Seguidores

Blog Antigo

Blog Antigo
Mulher e mãe:Solteira
25 de fevereiro de 2017
  


   Bem, moro na casa da minha mãe há um ano. Voltei pra cá por conta da faculdade, porque pagar aluguel e faculdade não dá. E também porque minha mãe fica com minha baby à noite, enquanto estou estudando. Chego tarde e tals. 


      E é sobre isso que vim falar. Sobre não morar na própria casa.
Me sinto um peixe fora d'água, sabe? Mesmo sendo na casa da minha mãe. Já saí e voltei tantas vezes, que parece que estou morando de favor na casa de estranhos. Meu irmão mais novo mora na casa também e como ele nunca saiu de casa, acho que ele mora no lugar certo, está de casamento marcado e sempre foi um bom filho. Eu não. Sempre fui a ovelhinha negra. A única a gostar de baladas, de namorar, não engolir desaforo, etc. O gênio forte e difícil. Por isso, gosto do meu canto. Ali posso ser quem eu sou. Limpo na hora que tiver que limpar, saio, volto, ligo rádio alto, faço faxina, mudo os móveis de lugar. E aqui é diferente. As coisas são do jeito da minha mãe. Se tiro do lugar e coloco num lugar que acho melhor, dali a dois minutos já voltou pro lugar de origem. Aí desisto.
     A nossa convivência não é nada fácil hoje em dia. Minha mãe parece estar ficando mais ranzinha e teimosa e eu também. Daí já dá pra saber que isso não vem com a idade e, sim, com os acontecimentos.
     Um dos nossos problemas maiores de convivência, é em relação à criação da minha filha. Eu quero uma coisa; ela outra. Eu penso de uma forma; ela de outra. E eu defendo meu ponto de vista com unhas e dentes e ela também. Isso faz com que minha filha obedeça ao que mais lhe for conveniente. E é claro que sempre é a avó que lhe agrada mais. “Criação de vó”, sempre aliviando a barra. A mãe que sempre briga muito, a mãe que impõe limites, a mãe que sempre é a mais rígida. Isso no nosso caso, né? Onde o pai é ausente ou inexistente. Porque a diferença que vejo quando a criança é criada por mãe e pai é gritante. E confesso que vejo o quanto a criação da minha filha é deficiente com essa falta. Me cansa, me sobrecarrega física e emocionalmente. Dar conta de ser mãe e mulher, com seus papéis sociais, já é muito difícil pra mim. Ser mãe e fazer papel de pai, é ainda pior.
     Enfim. A vida é feita de escolhas ou a falta delas. Tem horas que ficamos “encalacrados”, encurralados, e não temos muita escolha, a não ser fazer o que é certo. E o que é certo agora é eu tentar ser alguém profissionalmente, já que priorizei outras coisas na adolescência. São escolhas e consequências. A vida é essa.

22 comentários:

  1. E amiga a vida é feita de escolhas e cada pessoa tem que saber qual melhor pra si mesma... Que bom que vocÊs te sua mamãe que te ajuda para estudar e levar sua vida...
    Sucesso
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Fran, nem sempre fazemos as melhores e as consequências precisam ser encaradas... É o que faço... Bjs

      Excluir
  2. Realmente é bem difícil ser mãe é pai ainda mais morando com a mãe, passo por situação parecida, sou casada mas moro perto da mãe e ela sempre intervém na criação dos meus filhos.

    ResponderExcluir
  3. Fique feliz que ainda tem sua mãe pra te ajudar meu anjo :)

    ResponderExcluir
  4. Meu nome é Fernanda Alves, eu falo em nome da Lionshome. Estou entrando em contato com você, pois estamos analisando blogs para fazerem parte de nossa Rede de Blogs e o seu blog foi selecionado.

    Nós gostamos bastante do conteúdo da sua página e temos certeza que nossos usuários vão gostar e se informar mais.

    Só explicando um pouco melhor sobre a LionsHome, nós somos uma Startup localizada em Berlim que durante seus dois anos de vida vem crescendo rapidamente. Recentemente lançamos nosso Website e estamos buscando Blogs em português com conteúdos interessantes e interativos para fazer parte da Rede LionsHome de Blogs.

    Com a nossa rede de blogs você tem a oportunidade de adicionar uma pequena descrição sobre os seus posts ao nosso website através do RSS-feed, atraindo assim mais visitantes e leitores para o seu blog (quando os usuários clicarem em seu post são redirecionados para o seu blog). Caso você tenha interesse, essa participação é completamente gratuita, já que estamos entrando agora no mercado brasileiro. A única coisa que pedimos em troca aos blogs da rede Lionshome é adicionar uma pequena logo nossa em sua página inicial assim que você se registrar.

    O link para se inscrever é o seguinte:

    http://www.lionshome.com.br/br-br/blogs/signup/

    Se você quiser saber como funciona melhor nossa rede de blogs, pode visitar nosso website:

    http://www.lionshome.com.br/br-br/blogs/all/

    Qualquer dúvida, estou à disposição.

    Abs,
    Fernanda Costa

    ResponderExcluir
  5. Olá eu sempre digo que a vida é feita de escolhas boas ou ruins é a gente que escolhe , que bom que você tem sua mãe pra te ajudar , eu não moro perto da minha mãe e sinto muita falta as vezes , f , mas sempre que posso vou correndo pros braços da minha veia <3 bjs ...
    http://jesscastrojc.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Sei perfeitamente o que voce esta passando. Fui mae aos 20 e minha relação sempre foi bem complicada com minha mae. Hoje estou passando por um momento bem complicado e tem horas que acho que esse inferno maternal nunca irá acabar...porque os anos passam e quase nada muda....mas procuro pensar que as coisas sao exatamente como devem ser pra mim e pra ela e assim precisamos aprender algo que ainda nao conseguimos aprender....mas que isso destrói a gente, com certeza sim! Força e determinação na sua jornada e quando quiser, apareça no meu blog www.assuntonaofalta.com.br Falo sobre maternidade mas na fase da puberdade e também faço meus desabafos lá....voce também pode fazer se quiser. Será bem-vinda. Um abraço e até a próxima!

    ResponderExcluir
  7. Ai, flor...
    É complicado sabe, todas escolhas geram consequências sejam elas boas ou ruins. Mas o que tenho por mim sabe, que o que me faz decidir as coisas sem pensar muito se a consequência vai ser positiva ou negativa, é o que eu vou aprender com ela. Errar, todos erramos.. o importante é aprender com esse erro. Acho que por você ter morado sozinha, meio que desacostuma ficar com sua mãe, mas é necessário.. você ta estudando e tentando crescer na vida, certo?! Para fazer essas coisas, necessitamos sim de ajuda.
    Não desista e desanime, logo você terá um cantinho maravilhoso para você e sua bebê. Moro com minha mãe, meu pai faleceu a pouco tempo.. e mesmo sem nunca ter saído de casa, às vezes sinto que a casa não é minha.. os desentendimentos, as decisões finais.. mas eu preciso por agora, assim como você. Dê a volta por cima!
    E sobre ser mãe e pai, convivo com minha irmã que foi mãe e pai para meu sobrinho, realmente faz falta o carinho paterno e não há como suprir isso da criança. Vai ter dias que ela vai perguntar do pai e perguntar para si mesmo, "cadê meu pai" e coisas parecidas.. principalmente quando as escolas fazem eventos para os dias dos pais.. (graças a Deus elas estão mudando para o dia da família <3). Mas tudo o que você puder fazer para sua filha, faça.. para depois lá na frente, você se sentir bem, porque o seu papel você fez e até mesmo, fez mais do que ser só uma mãe.
    Força, mulher!
    Te desejo toda sorte <3

    Beijinhos adocicados :3

    ResponderExcluir
  8. Concordo com você a vida e feita de escolhas, e agora eu acredito que você está fazendo o certo. Trabalhando pra poder cumprir os dois papéis pra sya filha! Minha mãe passou a mesma situação quando eu era pequena. Muito forca aí querida !! Você vai consegui 💋 beijos

    ResponderExcluir
  9. É dificil a convivência com a familia mesmo. Acho que depois de alguns anos é necessario termos nosso cantinho proprio. Tenha calma, foque na sua vida profissional, que tudo vai certo.
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Que blog legal, post bem reflexivo o que mais me marcou nele foi este trecho "A nossa convivência não é nada fácil hoje em dia. Minha mãe parece estar ficando mais ranzinha e teimosa e eu também. Daí já dá pra saber que isso não vem com a idade e, sim, com os acontecimentos." Que é o que vemos todos os dias, os acontecimentos do cotidiano. Beijos

    ResponderExcluir
  11. Em nossas vidas temos mesmo que fazer muitas escolhas sendo elas boas ou uins. Sendo que as boas irão nos fazer um bem danado e as ruis irão nos encinar a não errar mais... Parabéns
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  12. Na vida há várias escolhas a serem feitas, cabe a nós escolher qual irá nos fazer bem.

    Realmente não é fácil ser pai e mãe nessa sociedade em que vivemos, mais você é uma guerreira evai superar isso tudo. Parabéns pela atitude de criar esse cantinho para desabafar e fazer com que a gente reflita e abra a mente para algumas situações.

    ResponderExcluir
  13. Sei exatamente o que voce esta sentindo e passando pq estou na mesma situação que voce....quando temos filhos, entao, parece que toda essa dificuldade se duplica. Mas, mesmo nao gostando, eu acredito que sempre estamos onde devemos estar e tudo tem um tempo certo para durar. Entao, olhemos para frente, façamos a nossa parte que na hora certa, as mudanças acontecerão! Um abraço e até mais!

    ResponderExcluir
  14. Muito difícil tomar certas decisões
    Curti seu post vou vim aqui mais vezes ! 😘Bj

    ResponderExcluir
  15. Verdade, nada melhor do que o nosso próprio cantinho. Mas apesar de tudo a casa dos nossos pais ainda é muito mais confortável do que muitos outros lugares. Infelizmente a vida é cheia de erros e acertos, aprendemos com todos eles e agora que você decidiu que vai se profissionalizar, mantenha seu foco e logo logo terá o seu espaço para viver com a sua baby, confie você vai conseguir essa vitória por vcs duas!

    ResponderExcluir
  16. Imagino a barra que deve ser. Eu também sou uma pessoa de gênio forte e um pouco difícil de lidar, e sei como isso causa alguns transtornos. Mas... vida que segue. Bola pra frente!!

    ResponderExcluir
  17. Perfeito,a vida e feita de escolhas,se solbecemos qualé a certa a escolher né rsrs tornaria tudo tao mais facil

    ResponderExcluir

Não sai daqui sem deixar seu comentário e o link do seu Blog! Quero retribuir a visita!!

Receba atualizações no Email.

Pesquisar sobre

Sobre Mim

Minha foto
Aos 34 anos, sagitariana com ascendente em capricórnio (discordo, mas fazer o quê?!), do Rio de Janeiro (com louca vontade de morar num lugar tranquilo), estudante de psicologia (mas cheia de problemas de cabeça. rsrrsrsrs), mãe e pai da pequena Bia, de 5 anos. E esse blog fala da nossa trajetória, dos meus sentimentos, minhas muitas lamentações, etc.
Tecnologia do Blogger.